COBERTURA CACHOEIRA DOC

MOSTRA COMPETITIVA Por Tiago de Melo Araújo Nova Dubai Nova Dubai é um média metragem que toma forma a partir de indefinições, se constrói no limiar da ficção e do documentário, e se apresenta no entroncamento de situações comuns e nos questionamentos e cenas explícitas que compõem a sua diegese…

Read More

COBERTURA CACHOEIRA DOC

MOSTRA COMPETITIVA Por Melissa Silsame No caminho com Mário/ O mar, a mata e a humanidade/ Urihi Haromatipë: Curadores da Terra-floresta É mais do que uma honra estar presente em mais um dia desse festival que carrega uma energia tão intensa quanto a experiência de chegar a Cachoeira pela primeira vez. A quantidade…

Read More

COBERTURA CACHOEIRA DOC

MOSTRA COMPETITIVA por João Marciano Neto Eu, Travesti?/ Sem Título #1: Dance of Leitfossil/A paixão de JL É noite em Cachoeira. O público aguarda pacientemente em frente ao Cine Theatro Cachoeirano a primeira sessão da Mostra Competitiva por pouco mais de meia hora. Com a greve dos professores nas universidades federais,…

Read More

COBERTURA – CACHOEIRA DOC

MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL Por Guilherme Sarmiento Ana/A Loucura Entre Nós Dentro do Cineteatro Cachoeirano respirava-se o ar pesado e expectante de uma sala lotada, que acompanhava a abertura da mostra competitiva com grande interesse. Dois filmes baianos foram os selecionados para abrirem oficialmente a principal vitrine do festival, que este…

Read More

COBERTURA CACHOEIRA DOC

Por Guilherme Sarmiento MOSTRA SOY CUBA O primeiro dia do Cachoeira Doc mostrou-se promissor ao abrir as portas do Cineteatro Cachoeirano para apresentar a visceral e melancólica mostra Soy Cuba, conjunto de cinco curtas metragens realizados por estrangeiros durante sua estada na prestigiosa Escola Internacional de Cinema e TV. Leandro…

Read More

COBERTURA-CACHOEIRA DOC

ABERTURA Por Guilherme Sarmiento Aos poucos a Praça Teixeira de Freitas foi se enchendo de estudantes, moradores e convidados para mais uma edição do Cachoeira Doc. O movimento das pessoas em direção àquele epicentro da cinefilia integrava-se ao próprio movimento do rio Paraguaçu que, ao fundo, enchia as margens suspenso…

Read More

KUNG FURY

Por João Marciano Concebido pelo sueco estreante David Sandberg, Kung Fury é um curta-metragem de 30 minutos que faz uma paródia aos filmes independentes em VHS da década de 1980. Contando com um sistema de financiamento coletivo, apoiado por um dos maiores ícones da época, David Hasselhoff, e ganhando um…

Read More

BRILHANTE FUTEBOL CLUBE

Por Melissa Silsame Essa série “brilhante” quase passa em branco por ter sido exibida em meio há tantas outras séries estrangeiras. Veiculada na TV Brasil, TV Cultura e no canal fechado Nickelodeon (sendo uma co-produção das três emissoras) Brilhante Futebol Clube é o nome de um time de futebol formado…

Read More

O ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA: TEXTOS FÍLMICOS E TEXTOS ESCRITOS

Por Raphael Vieira Filho, Fátima Olinda e Helena Lombas Uma primeira versão deste trabalho foi apresentada no Simpósio Temático Linguagens e Novas Tecnologias de Informação e Comunicação em História: domínios, abordagens, ensino e pesquisa, que fez parte do III Congresso Nacional do Cangaço: “Sertões: Memórias, Deslocamentos e Identidades”. Agradecemos aos coordenadores…

Read More

GRANDE HOTEL BUDAPESTE

Por Luneta Serón Dulciamaro, o filme nos absorve numa onírica e vertiginosa experiência no país inventado de Zubrowka. Há a brincadeira com antagonismos visuais, as cenas que se opõem cromaticamente, numa tristeza delicada – a vida dentro do róseo espectro aristocrático e o mundo gris tão gélido, afora. Esta é,…

Read More

ANTIVIRAL

Por João Marciano Bem recebido pelos Festivais de Cannes e de Toronto, ambos nas edições de 2012, Antiviral é o primeiro longa de Brandon Cronenberg, filho reconhecido do diretor David Cronenberg, que impressionou toda a geração da década de 1980 com sua violência gráfica em Scanners, Videodrome e A mosca.…

Read More

CORAÇÕES DE FERRO

Por João Marciano David Ayer dirige o filme sobre um grupo de cinco soldados americanos que é encarregado de atacar os nazistas dentro da própria Alemanha. Apesar de estarem em quantidade inferior e terem poucas armas, eles são liderados pelo enfurecido Wardaddy (Brad Pitt), sargento que pretende levá-los à vitória,…

Read More

VERGONHA DE NARRAR 3

Por Guilherme Sarmiento  3 – De como o roteiro se tornou o coringa da vergonha de narrar; uma refutação ao ensaio de Cezar Migliorin e uma apaixonada e interessada defesa do roteiro neste início de ano, após a lavagem do Bonfim. Mesmo se adaptando bem aos subterrâneos do aparato cinematográfico,…

Read More

BOA SORTE

 Por Rafael Beck de Andrade Um filme sutil e sensível que apresenta uma paixão intensa e real, regada a frontal, Fanta Laranja, muito gelo e dois dedos d’água. João é um adolescente ignorado pela família e pelos colegas de escola. Viciado em calmantes, o garoto acaba se tornando depressivo e…

Read More

LIMITE EXPERIMENTAL

por Amanda de Freitas Coelho A partir do estudo da historiografia do filme Limite (1931), de Mário Peixoto, constatamos que diversos termos de vanguarda são evocados em críticas e estudos sobre Limite. Esse artigo tem como objetivo identificar a origem desses termos, contextualizar Limite e identificar possíveis “filiações”. Acreditamos que…

Read More

CACHOEIRA DOC-COBERTURA

Por Thainá Dayube Sob a coordenação Amaranta Cesar e Ana Rosa Marques, professoras de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, o CachoeiraDoc surgiu como um projeto de extensão do Grupo de Pesquisas e Práticas Documentais e, desde 2010, coloca Cachoeira no circuito nacional de mostras e…

Read More

A CHINA DE JIA ZHANGKE

Por Melissa Silsame Este ano a curadoria do quinto Cachoeira Doc resolveu buscar do outro lado do mundo um grande nome do gênero documentário. Diretamente da China, a mostra especial Jia Zhangke trouxe para Cachoeira a oportunidade de conhecer um pouco da obra desse cineasta. Uma experiência singular nos privilegiando…

Read More

POESIA. POÉTICA. POÉTICO

Por Roberto Lyrio Duarte Guimarães. Introdução Este pequeno artigo vai tratar dos dois usos do termo poética. Ao tratar de poesia, somos remetidos instantaneamente ao campo da literatura e à produção e/ou leitura daquilo que chamamos de poemas. Em linguagem mais precisa, obras da poesia lírica. Em decorrência, o termo…

Read More

A LINGUAGEM SECRETA

Por Eduardo Nunes Qual é a verdadeira potência do cinema como arte? Como podemos comunicar “numa forma única do cinema” com o nosso espectador? Inicio este artigo para investigar a minha crença de que o cinema possui uma forma própria de se comunicar, uma “linguagem secreta”, ainda pouco explorada pelos…

Read More

ENTRE NÓS

Uanderson Lima Onde você se vê daqui a dez anos? Quem você acha que vai ser? Quem você será realmente? O que você vai fazer? Quais problemas você vai encarar? Sucesso? Fracasso? Amor? Filhos? Até que ponto você iria pra conseguir chegar onde você quer? Essas são as questões propostas…

Read More

SOB A PELE

Por João Marciano Neto O que pensar de um filme com diálogos curtos e personagens sem nome? Sob a pele (dirigido por Jonathan Glazer) é, sem dúvida, um filme onde as imagens literalmente dizem muito mais do que qualquer palavra. O enredo pode até ser bem básico, porém, a fotografia…

Read More

ANA

Por Melissa Segundo Algumas vezes nos deparamos com surpresas que mudam nosso dia. Navegando na web, sem querer acabei encontrando um curta que acabou me surpreendendo. Ana foi realizado em apenas 48 horas, para a primeira edição do 48 Short Media na cidade portuguesa de Viseu. Levando em conta o…

Read More

ELA (HER)

Por Rubi  Escrito, produzido e dirigido pelo genial Spike Jonze, Her (Ela) é um filme americano estreado em 2013, que engenhosamente pescou seu público pelos ouvidos. Foi aclamado pela crítica e recebeu o prestigiado oscar na categoria Melhor Roteiro Original. Jonze soube usar as palavras quase como um messias. Previu as…

Read More

HOJE EU QUERO VOLTAR SOZINHO

Por Melissa Silsame  Em 2010, Daniel Ribeiro nos apresentou pela primeira vez a história de Leonardo, Giovana e Gabriel no curta Eu Não Quero Voltar Sozinho. A princípio a história de um garoto cego que acaba se apaixonando pelo novo colega recém-chegado. Uma história ousada e ao mesmo tempo sincera,…

Read More

O QUE SE MOVE

Por Thacle de Souza No filme de Gotardo, o trágico transborda operado por uma instância da dramaturgia alocada no cotidiano como amplificação de imagens e realidades. Sabendo que o diretor se inspirou em três histórias do dia-a-dia, de acontecimentos banais (esses estampando a morte nos jornais), notícias de obituários, etc,…

Read More

MAR NEGRO

Por Lorena Reis O cinema de terror brasileiro está inserido num contexto histórico relegado ao submundo e a anarquia de filmes de baixo orçamento, presente em boa parte dos filmes de terror norte americanos dos anos 70/80. Porém, no Brasil, o gênero estaria ainda mais voltado para o underground e…

Read More

MANGUE NEGRO

Por  Chantal Durpoix A primeira cena do filme Mangue negro, de Rodrigo Aragão, instala a dúvida: um documentário sobre alguma comunidade do manguezal brasileiro? Enganei-me de sessão, seria esse o filme de terror prometido? Os tambores da trilha de abertura deixam pairar a dúvida. Mas as primeiras notas da orquestra,…

Read More

MAR NEGRO

Por João Marciano O mais recente e o primeiro filme de Rodrigo Aragão a entrar nas salas de cinema traz várias surpresas para quem ainda desconhece seu trabalho. Retomando mais uma vez o uso dos zombies, Mar negro apresenta o acumulo de experiências e referências dos trabalhos anteriores do diretor,…

Read More

DEPOIS DA CHUVA

  Por Guilherme Sarmiento Há poucos dias da virada do ano, uma notícia desconcertante veio à baila nas redes sociais, deixando a classe artística de Salvador estupefata como quem atravessa uma densa nuvem da gás lacrimogênio para chegar, de forma imprevisível, até uma mesa cheia de petiscos. Segundo o texto…

Read More

JOE DANTE, SABOTADOR DE IMAGENS

  por Toni D´Angela tradução Fernanda Aguiar C. Martins “O sono da razão engendra monstros.” Goya Não pode existir crítica completa de um autor sem uma necessária consideração a respeito das determinações sociais e tecnológicas, da conjuntura histórica, do background técnico, em suma, da mecânica ou, se preferimos, do anonimato…

Read More

3 X CALMA, MONGA, CALMA

Calma, Monga, Calma Por Tiago Araújo Recife parece ser o palco ideal das mais pitorescas narrativas da atual cinematografia Brasileira. A capital Pernambucana vive a glória de um cinema que busca nas mais diferentes e inusitadas situações uma reflexão que vai além do que é apresentado na sua diegese. Crítico,…

Read More

ROTEIRO DE A ALEGRIA

O filme A alegria, de Felipe Bragança e Marina Meliande, cresceu de importância por ser uma obra que, de certo modo, anunciou toda uma onda de inconformismo que irrompeu na juventude brasileira e a impeliu às ruas nos últimos seis meses. Esta sensibilidade atenta ao presente é um dado merecedor de…

Read More

UM OLHAR DE DENTRO

Por Rubens Rewald    Em seu livro a História do Cinema 1, Jean-Luc Godard relata um diálogo travado entre ele e produtores americanos que queriam produzir “um filme de Godard”. Os produtores perguntaram que filme ele gostaria de fazer, para elaborar um orçamento e checar se teriam condições materiais para…

Read More

A POÉTICA DO MULTIPLOT

Por Guilherme Sarmiento Um dos maiores mistérios da dramaturgia contemporânea é o sucesso e longevidade dos filmes conhecidos como multiplots, ou multitramas, ou, como gosta de intitulá-lo um dos seus artífices mais competentes, Robert Altmann, filmes corais. Isto porque, a depender de grande parte daqueles que se dedicaram a legitimar…

Read More